EQUIPE 14

NOSSA SENHORA DO EQUILÍBRIO

Image

Fundação da Equipe: 08/02/2015
Conselheiro da Equipe: CE IRMÃ JÚLIA
Casal Ligação: LIDIANE E WAGNER
Casal Responsável: FERNANDA E EDER
Casais da Equipe:
FERNANDA E EDER
GRACIANA E THALES
JULIANA E JULIANO
KAREN E DANIEL
LUCIANE E FELIPE
THAIS E MARCIO


História da Equipe:


Mãe Amada, dai-nos o equilíbrio em nossas vidas! Diante de tantos caminhos, propostas e de uma vida cada vez mais agitada, dividida entre a família, o trabalho e as questões pessoais, precisamos deste dom que é o santo equilíbrio. Com sabedoria e discernimento para colocar as coisas no devido lugar e tomar as decisões certas. Maria é nossa formadora por excelência e clama o Espírito Santo sobre nós como fez quando estava no cenáculo com os Apóstolos.

A Equipe 14 foi criada em 08 de fevereiro de 2015 e tem como padroeira a Nossa Senhora do Equilíbrio.

Até o momento, em 2019, a Equipe contou com o apoio de um CE (Seminarista), um SCE e atualmente uma CE. O primeiro, o Seminarista Maicon Rodrigo Goiembiesqui, entrou na Equipe logo após a fundação e ficou alguns meses, durante a pilotagem. Depois o SCE passou a ser o Pe. Rodrigo Cesar Ferreira, que permaneceu até 2018 quando foi transferido para outra cidade para continuar sua missão como Capelão. Em dezembro 2018, a Equipe convidou a Irma Júlia Maria da Silva Irio para ser CE e ela prontamente aceitou, sendo a atual CE.

Dos 7 casais que começaram a caminhada na Equipe 14, apenas 1 saiu, porque mudou-se para o exterior (França), o casal  Andria e Yonel.

Os demais casais: Luciane e Felipe; Thaís e Márcio; Fernanda e Éder; Graciana e Thales; Juliana e Juliano e Karen e Daniel compõem a Equipe até os dias atuais.

A história de padroeira é muito cativante. Em um dia de 1967, um monge da abadia de Fattochie, em Roma, rezava distraidamente. Vinha-lhe à mente, de modo obsessivo, a palavra equilíbrio. Saindo da Capela, foi ao sótão do mosteiro para colocar algumas coisas em ordem. De repente, caiu-lhe nas mãos uma rude e compacta tábua sobre a qual estava fixada uma chapa metálica oxidada com o relevo de uma orante. Inspiradamente exclamou: Santa Maria do Equilíbrio. E entregou-a ao monge Armando Paniello, que a reproduziu numa estampa com um vestido amarelo, frisado, e longo, véu azul, da cabeça aos pés, braços e mãos estendidos verticalmente até o colo, pés descalços, como que a admoestação, nesta posição hierática, um espiritual equilíbrio. Em 19 de setembro de 1968, Dom Armando solicitou uma audiência com o Papa Paulo VI. Ao receber a estampa, o Pontífice, radiante e de braços abertos exclamou: “Santa Maria do Equilíbrio!… ah, é justamente dela que se precisa!”. “Qual deve ser o dia de sua festa?” – perguntou-lhe o monge. Ao que responde o papa: “Dela não existe uma festa, porque deve ser invocada da manhã à noite”.

Durante esses 5 anos de caminhada como equipistas (1 ano de experiência comunitária + 4 anos de equipe),  queremos testemunhar o quanto somos gratos por fazermos parte desse Movimento através dos comentários abaixo: