EQUIPE 6

NOSSA SENHORA DE LOURDES

Image

Fundação da Equipe: 09/03/1996
Conselheiro da Equipe: SCE PADRE MATHEUS
Casal Ligação: VERA E JORGE COLLETO
Casal Responsável: DENISE E SERGIO
Casais da Equipe:
CLÁUDIA E DIAS
DENISE E SERGIO
MÁRCIA E WILSON DONI
TUCA E PACELLI
SIBELE E LUIZ CARLOS


História da Equipe:


Em 09 de março de 1996 nasceu a Equipe 6 e como Padroeira a Nossa Senhora de Lourdes. Tivemos a irmã Dora como a nossa primeira AET e como tal foi um marco no Setor de Caçapava, pois como religiosa foi motivo de contestações, durante uma reunião dos SCEs, logo no 1º EACRE que participou, pois até então somente só os Padres e/ou Diáconos eram Conselheiros. Quebrou-se ali esse tabu!!!

1º Desafio: - Éramos jovens casais, encantados e muito animados, mas no princípio só queríamos saber do oba-oba, e foi necessária muita conversa franca, amiga, respeitosa e dura até, por parte da Irmã Dora, visando por um basta nisso, enfatizando que o Movimento das ENS era sério, sobretudo porque era hora de assumirmos aquele chamado de Deus como um desafio proposto pelo Movimento. E assim passamos da euforia para a realidade cristã, contudo, a nossa caminhada sempre passou por altos e baixos com ou sem conselheiro(a).

Discernimento: - Por motivos de transferência a irmã Dora teve que nos deixar e depois de um longo tempo sem AET/SCE resistindo às tentações, as adversidades, até 1999, quando surgiu um novo SCE, o Frei Raphael, e nos fez refletir a reunião mensal como uma celebração mensal com a presença do Jesus eucarístico no seio da nossa família, por meio de celebrações em nossos lares ao lado dos nossos filhos e diante desse discernimento cada estudo do tema, retiro, mutirão, partilha, coparticipação, momentos de oração, confraternização, momentos de dor, se transformaram em oportunidades para nos conhecermos e nos deixarmos conhecer, sobretudo por meio das nossas atitudes, manias, pequenez, personalidades, qualidades e defeitos. Todavia, a sua saúde preocupava a todos nós, mas foi por obediência a sua congregação que em pouco tempo ele teve que nos deixar e foi transferido, deixando conosco esse legado: a cada reunião o nosso encontro é com o ressuscitado!

Em 2002: - Certo tempo depois, fomos conhecer a “humildade em pessoa” na pessoa do diácono Edvaldo, o “LUA”, como era conhecido carinhosamente, que veio para nos catequisar, mostrando que um bom discípulo tem que seguir seu mestre e cumprir a sua missão, com alegria e a partir daí ele, com a sua presença sempre marcante demonstrava-nos o quanto poderíamos ser verdadeiros e acreditamos que seria possível, sim, cada qual com a sua identidade testemunhar a nossa conjugalidade em comunidades, nos respeitando, servindo e nos amando, com alegria.

Aprendizado: - Vivendo em comunidade nós descobrimos que o aprendizado é algo constante e que a caminhada deve ser contínua. Exige de nós muita oração, escuta da palavra, meditação para que o amor fraterno nos una sempre na caridade, na fidelidade e na humildade. Há em nós a certeza de que mesmo diante da diversidade de opiniões e atitudes nossa fé é única, verdadeira e todos caminhamos com um mesmo objetivo: nossa santidade conjugal. Nosso propósito também é o mesmo: viver de acordo com os ensinamentos de Cristo, aplicá-lo em nossas vidas, disseminá-lo em nosso núcleo familiar e em nossa família alargada, afinal, nosso Movimento é Cristocêntrico.

Mística: - Como verdadeira família cristã, tivemos a convicção de que cada um é imprescindível para o crescimento espiritual do outro e que através da nossa mística a “entre ajuda” e do amor fraterno, fomos superando os desafios, aparando as arestas e nos deixando moldar pelas mãos de nosso Salvador, permitindo que Ele nos surpreendesse em prol da Sua grande obra divina. Mas, a diabetes chegou agressiva para o “LUA” e se tornava um peso para ele, que resistia bravamente, porém chegou a hora e ele nos deixou e foi se cuidar de forma urgente e necessária.

Coerência: - Como não agradecer à chance de conhecermos a história das ENS, Movimento sólido inspirado pelo Padre Henry Caffarel – homem arrebatado por Deus.  Termos a graça de vivermos a aventura a três (esposo, esposa e o Espírito Santo) descobrindo o verdadeiro significado do Sacramento do Matrimônio. Aprendemos pelo caminho em busca da santidade a importância dessa tal coerência entre fé e vida e a grande responsabilidade de darmos testemunhos de que a vida em casal “vale a pena”, caíram-se as máscaras e passamos a valorizar à vontade de Deus e não mais só a nossa vontade.

Em 2010: - Inseridos a serviço em nossas comunidades, nós fomos conhecendo um certo jovem padre Matheus, que com seu sorriso e suas homilias consistentes, nos tornávamos atraídos em tê-lo como SCE e como ele mesmo enfatizara numa de suas homilias: -“ onde estiver o teu tesouro, aí estará também o teu coração.” Mt 6:19-21, então, nós o convidamos e ele aceitou, ainda que com certa restrição de tempo: “sim! só por seis meses!”, e sete anos já se passaram. E ele ainda nos surpreende a cada celebração mensal e a cada tempo litúrgico que entra.

Serviço: - E os dons foram se manifestando, e assim, em 29/01/2012 surge o Ministério de Música - Nossa Senhora de Lourdes, com a benção do Padre José Luciano, durante uma celebração na Igreja Matriz de Nossa Senhora da Boa Esperança. E, com a entrada de novos casais na Equipe, em 2013, juntos prosseguíamos evangelizando: Denise, Dias, Neto e Doni (violão); Claudia, Tuca e Sibele(vocal); Pacelli(cajon); Sérgio (meia lua); Sandra, Márcia e Luis (data show), e com humildade buscamos ser instrumentos de Deus a serviço das comunidades, através da música.

Característica: - E assim, o tempo foi passando e fomos amando cada vez mais nosso Movimento e a nossa Igreja Católica Apostólica Romana. Afinal, só se ama aquilo que se conhece! A vivência, a prática dos PCEs e as variadas atividades assumidas no setor e nas comunidades nos fez crescer e, isso consolidava a importância do nosso papel de casal equipista evangelizador. Certamente, a principal característica da Equipe 6 é a “superação”; com ela veio o querer fazer tudo com excelência; o comprometimento com a união e a unidade da nossa equipe de base. Temos hoje plena consciência de que fomos chamados por Deus e escolhidos por Nossa Senhora, para juntos, construirmos a nossa história como protagonistas, em prol do desenvolvimento da nossa espiritualidade e em busca da nossa santidade conjugal, com alegria! Amém.

Em 2018, passamos momentos de turbulências em Equipe, quando fomos levados, através do Ousar o Evangelho e A missão do amor, a sermos uma igreja em saída, sobretudo porque nesse contexto “saindo” quase todos foram para a pastoral familiar e aos poucos não sobrava mais tempo para a equipe de base, devido aos inúmeros compromissos assumidos na igreja e no trabalho, ao longo do ano, entretanto isso veio a refletir na equipe de base, haja vista a dificuldade de datas livres na elaboração do nosso planejamento e principalmente na agenda para 2019. 

Em março de 2019, antes de completarmos 23 anos, o casal Sandra e Onofre (Neto) decidiu se afastar definitivamente do movimento, alegando motivos pessoais e por opções de trabalho como sustento familiar.

Nesse período de caminhada no Movimento a Equipe desempenhou várias funções no Movimento, tais como, Casal Ligação, Casal Piloto, Casal Coordenador de Experiência Comunitária, dois CR Setor e Casal Expansão. 

Outra contribuição da Equipe foi a criação do Informativo das ENS – InformENS em 2001 e o Acervo e o Site do Setor Caçapava em 2017.